quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

David Millar lidera Grã-Bretanha nos Mundiais de Ponferrada.


Escrito por: admin

David Millar vai ser o líder da seleção da Grã-Bretanha, nos Mundiais de estrada, que decorrem entre 22 e 28 de setembro em Ponferrada, Espanha.

«David Millar será o líder da equipa para a última participação com a seleção britânica», disse Shane Sutton, diretor técnico que esta quarta-feira anunciou a equipa para o Mundial.

Mark Cavendish é o grande ausente da seleção britânica que conta com Steve Cummings (BMC), Chris Froome, Peter Kennaugh, Luke Rowe, Bem Swift, Geraint Thomas (Sky), Adam Yates e Simon Yates (Orica-GreenEdge).

Alex Dowsett (Movistar) e Bradley Wiggins (Sky) vão participar na prova de contrarrelógio.


Fonte: Abola

Rui Costa 42º na Coppa Agostoni.


Escrito por: admin

Rui Costa disputou esta quarta-feira a última prova antes de disputar o Campeonato do Mundo, que decorrerá em Ponferrada, entre 22 e 28 de setembro.

Na Coppa Agostoni, em Itália, Costa chegou integrado no pelotão, no 42º posto. Tiago Machado e José Mendes (ambos NetApp), também chegaram no pelotão.

A prova foi vencida por Niccolo Bonifazio, companheiro de equipa de Rui Costa.


Fonte: Abola

Alejandro Valverde líder da Espanha no Mundial.


Escrito por: admin

Alejandro Valverde (Movistar) vai liderar a seleção espanhola na prova de fundo dos Mundiais de estrada, que vão decorrer entre 22 e 28 de setembro em Ponferrada.

Enquanto que Alberto Contador decidiu ausentar-se, a formação espanhola contará ainda com Joaquim Rodriguez (Katusha), que no ano passado foi batido sobre a linha de meta por Rui Costa, em Florença.

Jon Izaguirre, Jesus Herrada, Imanol Erviti e Jonathan Castroviejo (todos Movistar), Daniel Moreno (Katusha), Daniel Navarro (Cofidis) e Luis León Sanchez (Caja Rural), são os corredores que completam a formação espanhola.

Jonathan Castroviejo e Markel Irizar (Trek) serão os representantes espanhóis no contrarrelógio.

Fonte: Abola

Seleção Nacional definida para os Mundiais de Ponferrada.



Escrito por: admin

O selecionador nacional, José Poeira, anunciou os convocados para o Campeonato do Mundo de estrada, disputado entre o dia 22 e 28 de setembro, em Ponferrada, Espanha. Portugal estará representado por 15 corredores no total.

Nos elites masculinos, que vão competir no dia 28 na prova de fundo, estarão André Cardoso (Garmin-Sharp), José Mendes e Tiago Machado (NetApp-Endura), Nelson Oliveira e Rui Costa (Lampre-Merida) e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo). Nelson Oliveira e Tiago Machado vão competir também no contrarrelógio, no dia 24.

“Sabemos que o Campeonato do Mundo é uma prova difícil, porque estão os melhores corredores e todos querem ganhar. Temos uma equipa que dá garantias de trabalhar para que possamos entrar na discussão da corrida. No ano passado, disse que o objetivo seria um lugar no top 10, e, em jeito de brincadeira, acrescentei que isso englobava um resultado entre o décimo e o primeiro. Mantenho essa meta, sabendo que não será fácil, até porque só uma vez na história conseguimos colocar um corredor nos dez primeiros da prova de fundo para elite. Foi em 2013”, lembra José Poeira. 

Na prova de fundo de sub-23 Portugal vai levar Joaquim Silva (Anicolor), Rafael Reis (Banco BIC-Carmim), Ricardo Ferreira (Rádio Popular) e Rúben Guerreiro (LIberty Seguros). Rafael Reis estará presente também na prova de contrarrelógio, no dia 22.

Quanto aos juniores, que competem no dia 27 na prova de fundo, os representantes serão André Carvalho (EC Carlos Carvalho), Rui Oliveira (Bairrada) e Tiago Antunes (CC José Maria Nicolau). No contrarrelógio do dia 23, a Seleção Nacional terá Tiago Antunes e Ivo Oliveira (Bairrada), corredor que só estará presente no contrarrelógio.

Depois de quatro edições consecutivas sem presença nas femininas, Daniela Reis (Acreditar(AC Malveira) vai correr nas prova de contrarrelógio do dia 23 e de fundo no dia 27.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

domingo, 14 de Setembro de 2014

Rui Costa 2º no GP Montreal.


Escrito por: admin

O corredor português Rui Costa (Lampre-Merida) foi segundo no GP de Montreal, no Canadá, prova do calendário World Tour. Costa atacou nos metros finais, e apenas Simon Gerrans (Orica-GreenEdge), conseguiu bater o português.

Esta foi a última prova do português antes do Mundial de Ponferrada, em Espanha. Com este resultado, Rui Costa sobe ao sexto posto do ranking da UCI.


Fonte: Record

Alberto Contador vence Vuelta´2014.


Escrito por: admin

O corredor italiano Adriano Malori (Movistar), venceu a última tirada da Volta a Espanha, um contrarrelógio individual de 9,7 quilómetros, que consagrou Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), como vencedor da prova.

Malori deixou para segundo Jesse Sergent (Trek), a 8 segundos e para terceiro Rohan Dennis (BMC), a 9 segundos.

Contador segurou assim o primeiro posto na geral, a 1m10s de Chris Froome (Sky), segundo na geral, e 1m50s para Alejandro Valverde (Movistar), terceiro.

Na classificação dos pontos John Degenkolb (Giant-Shimano), com 169 pontos.

Quanto à geral por equipas a Katusha venceu, com 38m54s, para a Movistar, segunda.

Nas Montanhas, Luis León Sanchez (Caja Rural), com 58 pontos.

Na combinada, a vitória ficou com Alberto Contador.

Quanto aos portugueses na tirada de hoje, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) terminou no 77º posto, a 1m27s, e André Cardoso (Garmin-Sharp), no 147º, a 2m21s.


Na geral, Cardoso terminou no 25º posto, a 1h07m37s, e Paulinho no 57º, a 2h21m35s.

sábado, 13 de Setembro de 2014

Alberto Contador dilata liderança no penúltimo dia da Vuelta.



Escrito por: admin

O corredor espanhol e líder da Volta a Espanha, Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) venceu a penúltima tirada da prova, com final em Puerto de Ancares, uma contagem de montanha de categoria especial.

Contador atacou no quilómetro final, libertando-se assim da companhia de Chris Froome (Sky).

Froome foi segundo na tirada, a 16 segundos de Contador, com Alejandro Valverde (Movistar), a ficar no terceiro posto, a 57 segundos.

Na geral, Contador aumentou assim a sua vantagem, com Froome no segundo posto, a 1m37s, e Valverde no terceiro, a 2m35s.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp), terminou no 16º posto, a 5m21s, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), no 56º, a 19m02s.


Na geral, Cardoso é 25º, a 1h06m56s e Paulinho é 51º, a 2h21m47s.

sexta-feira, 12 de Setembro de 2014

Adam Hansen vence 19ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor australiano Adam Hansen (Lotto-Belisol) venceu a 19ª tirada da Volta a Espanha, numa tirada com chegada em Cangas Morrazo.

Hansen isolou-se na frente na parte final da tirada, deixando o pelotão a 5 segundos, que chegou encabeçado por John Degenkolb (Giant-Shimano), seguido por Filippo Pozzato (Lampre-Merida).

Com isto tudo na mesma na geral, com Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) a 1m19s de Chris Froome (Sky), e 1m32s de Alejandro Valverde (Movistar).

Quanto aos portugueses, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) terminou no 51º posto, a 5 segundos, e André Cardoso (Garmin-Sharp) no 76º, a 3m58s.

Na geral, Cardoso é 26º, a 1h01m25s, e Paulinho é 57º, a 2h02m35s.


A tirada de amanhã será um dia de decisões, com a tirada a ser marcada por quatro contagens de montanha, uma de terceira, uma de segunda, uma de primeira e a última delas coincidente com a linha de meta, de categoria especial.

quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Fabio Aru vence 18ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor italiano Fabio Aru (Astana) venceu, a 18ª tirada da Volta a Espanha, somando assim a segunda vitória na prova espanhola.

Aru deixou para segundo Chris Froome (Sky), a 1 segundo, e em terceiro chegou Alejandro Valverde (Movistar).

Com este resultado Froome aproximou-se de Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) e ultrapassou Alejandro Valverde na geral. Froome é agora segundo a 1m19s e Valverde terceiro a 1m32s.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) terminou no 36º posto, a 4m53s, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), foi 46º, a 8m11s.


Na geral, Cardoso é 27º, a 57m32s, e Paulinho é 59º, a 2h02m35s.

quarta-feira, 10 de Setembro de 2014

John Degenkolb vence 14ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

John Degenkolb (Giant-Shimano), venceu a 17ª etapa da Volta a Espanha, uma ligação entre Ortigueira e a Coruña, com 190,7 quilómetros de extensão.

Degenkolb deixou para segundo Michael Matthews (Orica-GreenEdge) e para terceiro Fabian Cancellara (Trek), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Alberto Contador manteve a liderança, com 1m36s sobre Alejandro Valverde (Movistar) e 1m39s para Chris Froome (Sky).

Para amanhã, mais 157 quilómetros, com duas contagens de montanha de segunda categoria, sendo a última delas coincidente com a linha de meta.


Fonte: Abola

terça-feira, 9 de Setembro de 2014

Alberto Contador renuncia aos Mundiais de Ponferrada.


Escrito por: admin

Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), atual líder da Volta a Espanha, renunciou esta terça-feira aos Mundiais de estrada de Ponferrada, porque considerar que a prova não é a mais adquada para as suas características.

"O percurso do Mundial não se adapta em nada às minhas caraterísticas e acredito que podem ir outros corredores que ajudem mais. Prefiro deixar o meu lugar livre para outro ciclista", assumiu o espanhol da Tinkoff-Saxo, durante a segunda jornada de descanso da Vuelta, que lidera.

Contador, um dos melhores corredores da actualidade, e um dos mais emblemáticos em Espanha, explicou que, depois de uma época sobrecarregada com esta, necessita de descanso.


"Preciso de descansar, o Mundial não entra nos meus planos", concluiu o madrileno, de 31 anos. Os Mundiais de ciclismo decorrem entre 21 e 28 de setembro em Ponferrada, Espanha.

Fonte: Record

segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

Alberto Contador cada vez mais líder da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor espanhol Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) venceu a 16ª tirada da Volta a Espanha, com Chris Froome (Sky) a ser segundo, depois de não conseguir responder ao ataque do espanhol no derradeiro quilómetro da tirada, no alto de Farrapona, uma montanha de primeira categoria.

Contador e Froome terminaram separados por 15 segundos. Alessandro de Marchi (Cannondale) foi terceiro, a 50 segundos do espanhol da Tinkoff.

Alejandro Valverde (Movistar) foi 4º, a 55 segundos, enquanto que Joaquin Rodriguez (Katusha) terminou no 5º posto, a 59 segundos.

Na geral, Contador cimentou a liderança, com Valverde a ser 2º, a 1m36s, e Froome no 3º posto, a 1m39s.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) terminou no 46º posto, a 14m57s, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), foi 103º, a 30m24s.


Na geral, Cardoso é 31º, a 52m30s, e Paulinho é 65º, a 1h52m00s.

domingo, 7 de Setembro de 2014

Alberto Contador segura liderança da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor espanhol Alberto Contador manteve a liderança da Volta a Espanha, após a 15ª tirada, que voltou a terminar em montanha, desta feita de categoria especial. No entanto, Contador acabou por perder 5 segundos para Alejandro Valverde (Movistar) e Joaquin Rodriguez (Katusha).

O corredor polaco Przemyslaw Niemiec (Lampre-Merida) foi o vencedor da prova, a cinco segundos da dupla de espanhóis Valverde e Rodriguez. Chris Froome (Sky) ficou em quinto, a 17 segundos do polaco.

Na geral, Contador ficou agora a 31 segundos de Valverde, com Froome e Rodriguez logo a seguir ambos a 1m20s.

Quanto aos portugueses, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) terminou no 43º posto, a 13m26s, e André Cardoso (Garmin-Sharp) no 59º, a 21m47s.

Na geral, Cardoso é 29º, a 37m23s, e Paulinho é 60º, a 1h21m26s.

Amanhã esperam-se mais emoções fortes, com aquela que é considerada a etapa rainha da prova. 158,8 quilómetros fazem ligação entre San Martín del Rey Aurelio e La Farrapona. Lagos de Somiedo, e no seu percurso conta com cinco contagens de montanha, uma se segunda categoria e quatro de primeira, a ultima delas coincidente com a meta.


Fonte: Abola

sábado, 6 de Setembro de 2014

Ryder Hesjedal vence, Contador reforça liderança da Vuelta.


Escrito por: admin

Ryder Hesjedal (Garmin-Sharp) venceu, hoje a 14ª tirada da Volta a Espanha, ao chegar isolado  à meta no alto de La Camperona.

Hesjedal deixou para segundo Olivier Zaugg (Tinkoff-Saxo), a 10 segundos e Emanol Erviti (Movistar) foi terceiro, a 30 segundos.

Alberto Contador chegou no 11º posto, a 2m43s de Hesjedal, mas acabou por reforçar a liderança visto que Alejandro Valverde  (Movistar) não conseguiu chegar com os restantes favoritos à vitória final.

Na geral Contador lidera agora com 42 segundos para Valverde, e com 1m13s para Chris Froome (Sky), que chegou ao pódio depois de um dia menos bom de Rigoberto Uran (Omega Pharma-QuickStep).

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) terminou no 39º posto, a 5m43s de Hesjedal, enquanto que Sérgio Paulinho (Saxo-Tinkoff), que hoje muito trabalhou em prol de Contador, terminou no 101º posto, a 16m35s.


Na geral, Cardoso é 25º, a 15m46s, e Paulinho é 72º, a 1h08m10s.

sexta-feira, 5 de Setembro de 2014

Daniel Navarro vence 13ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor espanhol Daniel Navarro (Cofidis), venceu a 13ª tirada da Volta a Espanha, uma tirada de média montanha na Cantábria.

Navarro aproveitou o ataque de Gianluca Brambilla (Omega Pharma-QuickStep), para sair na roda do italiano e seguidamente se isolar na frente da tirada.

No final da tirada, Navarro conquistou a tão desejada vitória, com Daniel Moreno (Katusha) a ser segundo, e Wilco Kelderman (Belkin), terceiro, ambos a dois segundos. Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) chegou a cinco segundos de Navarro, tal como os restantes corredores do top-5 da Vuelta.

Na geral, tudo igual, com Alejandro Valverde (Movistar), a 20 segundos, enquanto que Rigoberto Uran (Omega Pharma-QuickStep) está a, 1m08s.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) foi 25º, a 20 segundos, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) 117º, a 6m47s.

Na Geral, Cardoso é 23º, a 12m46s, e Paulinho é 62º, a 54m18s.


Amanhã iniciam-se 3 dias decisivos da Volta a Espanha, três etapas de montanha que vão colocar à prova os homens da geral. A tirada deste sábado terá 200,8 quilómetros de extensão, e fará ligação entre Santander e La Camperona. Valle de Sabero, e conta com três contagens de montanha, uma de 2ª categoria e duas de 1ª, a ultima das quais coincidente com a meta.

quinta-feira, 4 de Setembro de 2014

John Degenkolb vence 12ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

Disputou-se hoje a 12ª tirada da Volta a Espanha, com um traçado à medida dos sprintrs, com partida e chegada a Logroño.

John Degenkolb, mostrou-se mais forte sobre a linha de meta, deixando para segundo Tom Boonen (Omega Pharma-QuickStep), e para terceiro Jacopo Guarnieri (Astana).

Contador chegou no 19º posto, mantendo a camisola vermelha, com 20 segundos para Alejandro Valverde (Movistar) e 1m08s para Rigoberto Uran (Omega Pharma-QuickStep).

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) chegaram integrados no pelotão.

Na Geral Cardoso é 23º, a 12m31s, enquanto que Paulinho é 61º, a 47m36s.


Fonte: Abola

quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

Fabio Aru vence 11ª tirada da Volta a Espanha.


Escrito por: admin

O corredor italiano Fabio Aru (Astana) venceu hoje a 11ª tirada da Volta a Espanha, com chegada ao Santuário de São Miguel de Aralar, uma montanha de primeira categoria.

Aru aproveitou um ataque do espanhol Daniel Navarro (Cofidis) para sair na roda do espanhol, e seguidamente contra-atacar e isolar-se na frente da tirada à entrada para o quilómetro final.

Aru deixou para segundo Alejandro Valverde (Movistar), e para terceiro Joaquin Rodriguez (Katusha), ambos a 6 segundos do italiano.

Na geral Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) mantêm-se como líder, com Alejandro Valverde no segundo posto, a 20 segundos e Rigoberto Uran (Omega Pharma-QuickStep) no terceiro, a 1m08s.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp) terminou no dia de hoje no 25º posto, a 2m40s, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), no 79º, a 9m03s.

Na geral, André Cardoso é 23º, a 12m31s, e Sérgio Paulinho é 62º, a 47m36s.


Fonte: Abola

Nairo Quintana abandona Volta a Espanha.


Escrito por: admin

O corredor colombiano Nairo Quintana (Movistar), considerado um dos grandes favoritos à vitória final da Volta a Espanha, abandonou esta quarta-feira a prova depois de mais uma queda.

Quintana que chegou a ser líder da prova, já tinha sofrido uma queda aparatosa no dia de ontem e partiu para a tirada de hoje no 11º posto da geral com queixas no tornozelo e na anca.

Acabou por desistir esta quarta-feira, devido a uma queda coletiva aos 20 quilómetros da etapa de 153,4 quilómetros, entre Pamplona e o Santuário de San Miguel de Aralar.

Lembre-se que Nairo Quintana já venceu esta época o Giro de Itália.


Fonte: Abola

Edgar Pinto vence prémio Ciclista do Ano.


Escrito por: admin

A Federação Portuguesa de Ciclismo atribuiu o prémio de ciclista do ano a Edgar Pinto (LA Alumínios-Antarte), que vê assim o reconhecimento a regularidade nas provas realizadas em Portugal.

Edgar Pinto venceu com 721 pontos, superado assim Delio Fernández com 617 pontos, e Gustavo Veloso, com 605, ambos da OFM-Quinta da Lixa.

A OFM-Quinta da Lixa ganhou o prémio por equipas, com 2.250 pontos, deixando para segundo a Efapel-Glassdrive com 2.072.


Fonte: Abola

terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Alberto Contador novo líder da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor alemão Tony Martin (Omega Pharma-QuickStep) venceu a 10ª tirada da Volta a Espanha, um contrarrelógio com 36.7 quilómetros, com ligação entre Real Monasteiro de Santa María de Veruela e Borja.

Martin deixou para segundo o seu colega de equipa, Rigoberto Uran, a 15 segundos e em terceiro, Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), a 18.

Com este resultado no contrarrelógio, Alberto Contador assume a liderança que pertencia ao colombiano Nairo Quintana (Movistar), que sofreu uma queda aparatosa durante o dia de hoje, terminando no 82º posto, a 4m07s de Martin a prova.

Na geral, Contador é o líder, seguindo-se Alejandro Valverde (Movistar), a 27 segundos e Rigoberto Uran, a 59.

Quanto aos portugueses, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) foi 38º, a 2m44s, enquanto que André Cardoso (Garmin-Sharp), foi 111º, a 4m48s.

Na geral, André Cardoso é 26º, a 9m55s, e Sérgio Paulinho é 68º, a 38m37s.

domingo, 31 de Agosto de 2014

Winner Anacona vence 9ª tirada da Volta a Espanha.


Escrito por: admin

Winner Anacona (Lampre-Merida), venceu a 9ª tirada da Volta a Espanha, com chegada em Aramón Valdelinares, após 185 quilómetros.

Anacona foi um dos sobreviventes da fuga que se formou ainda nos primeiros 40 quilómetros da tirada, com Anacona a atacar na subida final, não mais sendo alcançado. No segundo posto ficou Alexey Lutsenko (Astana), a 45 segundos, e no terceiro Damiano Cunego (Lampre-Merida), a 50 segundos.

Na geral, Nairo Quintana (Movistar) assumiu a liderança da prova, com Alberto Contador no segundo posto, a 3 segundos e Alejandro Valverde (Movistar), no terceiro, a 8 segundos.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Sharp), terminou a tirada no 44º posto, a 5m50s, enquanto que Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) foi 133º, a 19m01s.


Na geral, Cardoso é 21º, a 5m49s, enquanto que Paulinho é 67º, a 36m35s.

sábado, 30 de Agosto de 2014

Joaquim Silva termina Volta a França do Futuro no 8º posto.

Foto de Federação Portuguesa de Ciclismo

Escrito por: admin

Joaquim Silva terminou hoje a Volta a França do Futuro no 8º posto da geral, a 5m37s do vencedor, Miguel Ángel López. Este resultado é o segundo melhor de sempre para Portugal, desde que esta competição é disputada por seleções de sub-23, apenas superado pelo segundo posto em 2008, de atual Campeão Mundial, Rui Costa.

Silva aproveitou a última tirada para subir mais um degrau na geral, numa etapa com 95,1 quilómetros com ligação entre Saint Michel de Maurienne e La Toussuire. Na tirada foi 9º, a 3m35s de Louis Vervaeke, corredor da formação World Tour Lotto-Belisol, que se impôs após uma fuga de cerca de 80 quilómetros, perto de metade dos quais em solitário.

O ataque de corredor da Bélgica fez o pelotão acelerar, visto que Vervaeke iniciou a tirada a menos de dois minutos de Ángel López. Com este acelerar o pelotão perdeu muitas unidades. No sopé da última subida, o grupo do líder, onde esta Joaquim Silva, tinha penas 11 corredores.

Os mais fortes da geral ainda tentaram alcançar o corredor belga, mas apenas conseguiram reduzir os danos, com Alexander Foliforov, Alexey Rybalkin e Miguel Ángel López, a chegarem a 34 segundos do vencedor da tirada. Joaquim Silva conseguiu um 9º posto na tirada, a 3m35s. Rúben Guerreiro, conseguiu um 23º posto, a 9m12s. Rafael Reis, foi 44º, a 18m52s, Ricardo Ferreira, 55º, a 23m40s, e Carlos Ribeiro, 71º, a 24m38s.

Com isto Miguel Ángel López venceu a prova, com Robert Power a ser segundo, a 30 segundos, e Alexey Rybalkin, terceiro, a 44 segundos.

A participação portuguesa foi coroada de sucesso, com Joaquim Silva na oitava posição, a 5m37s do vencedor, e com Rúben Guerreiro no 14.º lugar, a 12m24s. O resultado de ambos, em termos de prestação de sub-23 lusos, só foi ultrapassado pela segunda posição de Rui Costa, em 2008, superando o 16.º lugar de Nelson Oliveira, em 2010, e o 19.º posto de José Mendes, em 2007. Ricardo Ferreira foi 47.º, a 47m20s, Rafael Reis 71.º, a 1h06m29s, e Carlos Ribeiro 78.º, a 1h13m14s.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros foi a sexta equipa na última etapa, terminando a Volta a França do Futuro no sétimo lugar coletivo, entre 21 equipas participantes. 

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Nacer Bouhanni vence 8ª tirada da Volta a Espanha.


Escrito por: admin

O corredor francês Nacer Bouhanni (FDJ) venceu a oitava tirada da Volta a Espanha, somando assim a segunda vitória na prova.

O corredor francês deixou para segundo Michael Matthews (Orica-GreenEdge) e para terceiro Peter Sagan (Cannondale), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Alejandro Valverde (Movistar), líder da prova, chegou integrado no pelotão, obtendo assim o mesmo tempo do vencedor, mantendo-se desta forma a geral inalterável.

Na tirada, André Cardoso obteve o 36º posto, com o mesmo tempo do vencedor, enquanto que Sérgio Paulinho foi 181º, a 6m47s.

Na geral, André Cardoso é 19º, a 2m30s do líder, enquanto que Sérgio Paulinho é 60º, a 20m05s.

8.ª Etapa:
1. Nacer Bouhanni (FRA) 4:29.00 horas
2. Michael Matthews (AUS) a 1.35
3. Peter Sagan (SVK) m.t.
4. John Degenkolb GER) m.t.
5. Gregory Henderson (NZL) a 2.17
6. Robert Wagner (GER) m.t.
7. Kristian Sbaragli (ITA) m.t.
8. Roberto Ferrari (ITA) a 2.20
9. Tom Boonen (BEL) m.t.
10. Jasper Stuyven (BEL) m.t.
...
38. André Cardoso (POR) m.t.
181. Sérgio Paulinho (POR) 6.47 minutos

Classificação geral:
1. Alejandro Valverde 31:21.20 horas
2. Nairo Quintana a 15
3. Alberto Contador a 18
4. Christopher Froome a 20
5. Esteban Chaves a 41
...
22. André Cardoso a 2.30
60. Sérgio Paulinho a 20.05 


Fonte: Abola

sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

Joaquim Silva mantêm o 9º posto na Volta a França do Futuro.

Foto de Coline Briquet

Escrito por: admin

O corredor português Joaquim Silva resistiu a todas as dificuldades importas na tirada de hoje da Volta a França do Futuro, os 108,4 quilómetros montanhosos a fazer ligação entre St Gervais les Baines e La Rosiére, mantendo assim o 9º posto da geral, a 2m36s de Miguel Ángel López, que reforçou a sua liderança hoje.

A viagem apesar de curta, foi bastante difícil, com três contagens de montanha, a última das quais de 19 quilómetros, coincidente com a linha de meta. A Seleção francesa mostrou muito trabalho, mas Ángel López foi quem levou a melhor. Atacou a 10 quilómetros da meta, levando consigo Robert Power, com a etapa a decidir-se depois ao sprint, com a vitória do colombiano. O terceiro foi Aleksey Rybalkin, que atacou mais tarde o grupo de favoritos e chegou a 3 segundos.

Rúben Guerreiro foi o melhor na tirada, ao terminar no 13º posto, a 1m40s. Joaquim Silva foi 15º, a 1m45s. Rafael Reis acompanhou Ricardo Ferreira, terminando no 83º e 84º postos, a 22m15s. Carlos Ribeiro foi 100º, a 29m39s.

“O Joaquim Silva e o Rúben Guerreiro cumpriram, estando os dois nos 15 primeiros da geral, e o Joaquim Silva no nono lugar. É muito bom ter alguém nos dez primeiros numa competição deste nível e tentaremos defender essa posição na difícil etapa de amanhã. Foi pena o Ricardo Ferreira ter adoecido, o que veio interromper a boa prestação que estava a realizar e comprometer a classificação coletiva de Portugal”, explica o selecionador nacional, José Poeira. 

A Volta a França do futuro termina este sábado com mais uma tirada de montanha, com 95,1 quilómetros, com ligação entre Saint Michel de Maurienne e La Toussuire. Os corredores terão pela frente duas montanhas de primeira categoria e uma de categoria especial coincidente com a meta.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Alessandro De Marchi vence isolado a 7ª tirada da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor espanhol Alejandro Valverde (Movistar) segurou a liderança da Volta a Espanha, após concluída a 7ª tirada de 169 quilómetros, com ligação entre Alhendin e Alcaudetena Andaluzia, que terminou com a vitória de Alessandro De Marchi (Cannondale).

De Marchi venceu isolado, com 1.35 minutos para o primeiro grupo composto por Ryder Hesjedal (Garmin-Sharp), e por Hubert Dupont (AG2R), e ainda por Johan Tschopp, 2º, 3º, e 4º respetivamente.

Valverde chegou no grupo principal, no 9º posto, a 2.20 minutos do vencedor, com o mesmo tempo a ser ainda atribuído aos portugueses André Cardoso (Garmin-Sharp), 30º e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), 49º, que subiram agora para o 22º e 50º postos da geral.

Classificação da 7.ª etapa:
1. Alessandro de Marchi (ITA) 4:01.52 horas
2. Ryder Hesjedal (CAN) a 1.35
3. Hubert Dupont (FRA) m.t.
4. Johann Tschopp (SUI) m.t.
5. Philippe Gilbert (BEL) a 2.17
6. Daniel Martin (IRL) m.t.
7. Christopher Froome (GBR) m.t.
8. Gianluca Brambilla (ITA) a 2.20
9. Alejandor Valverde (ESP) m.t.
10. Alberto COntador (ESP) m.t.
...
30. André Cardoso (POR) m.t.
49. Sérgio Paulinho (POR) m.t.

Classificação geral:
1. Alejandro Valverde 26:52.20 horas
2. Nairo Quintana a 15
3. Alberto Contador a 18
4. Christopher Froome a 19
5. Esteban Chaves a 41
...
22. André Cardoso a 2.30
50. Sérgio Paulinho a 13.19


Fonte: Abola

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Joaquim Silva segura 9º posto na Volta a França do Futuro.


Escrito por: admin

O corredor português Joaquim Silva, manteve o 9º posto da classificação geral da Volta a França do Futuro, depois de hoje, ter chegado no primeiro grupo, no 14º posto, a 8 segundos de Dylan Teuns, que venceu isolado. Coletivamente a Seleção Nacional subiu ao segundo posto colectivamente.

A seleção acabou pro fazer-se por eliminação, mas na parte final da subida, Dylan Teuns conseguiu ganhar vantagem na frente da corrida. O corredor do World Tour da BMC venceu isolado, com o grupo a chegar 8 segundos depois, com Alexander Foliforov e por Odd Christian Eiking.

A Seleção Nacional colocou dois corredores no grupo de apenas 16 unidades, Joaquim Silva, no 14º posto, e Rúben Guerreiro, no 16º. Ricardo Ferreira terminou no 19º, a 14 segundos, Carlos Ribeiro 59º, a 3m05s, e Rafael Reis 78º, a 7m03s.

Miguel Ángel López mantem-se como líder, com 12 segundos de vantagem para Sam Oomem, e com 27 segundos para Robert Power.

Portugal tem três corredores nos 16 primeiros. Joaquim Silva é nono, a 51 segundos, Ricardo Ferreira é 14.º, a 1m59s, e Rúben Guerreiro 16.º, a 2m06s. Seguem Carlos Ribeiro, 73.º, a 19m31s, e Rafael Reis, 90.º, a 25m56s. Portugal subiu à segunda posição da geral coletiva, a 45 segundos de França, que está na liderança. 

“A equipa voltou a portar-se muito bem. O Rafael Reis e o Carlos Ribeiro trabalharam nas fases intermédias da etapa, ajudando a anular algumas tentativas de fuga mais perigosas. O Joaquim Silva, o Rúben Guerreiro e o Ricardo Ferreira cumpriram o que lhes pedi: seguir sempre com os melhores. A etapa de amanhã vai ser mais montanhosa, mas acredito na capacidade dos nossos corredores, que têm demonstrado estar muito bem”, declara o selecionador nacional, José Poeira. 

A sexta e penúltima etapa, disputa-se esta sexta-feira, com ligação entre St-Gervais-les-Bains e La Rosière-Montvalezan, com 108,4 quilómetros de extensão. A meta é coincidente com uma montanha de primeira categoria, mas antes disso terão de enfrentar uma subida de primeira categoria e outra de categoria especial.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Alejandro Valverde novo líder da Vuelta.


Escrito por: admin

O corredor espanhol Alejandro Valverde (Movistar), venceu hoje a primeira chegada em alto da Volta a Espanha, após 167,1 quilómetros de tirada. Com esta vitória o espanhol assumiu a liderança da prova.

Valverde, deixou para segundo Chris Froome (Sky), e para terceiro Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Com esta vitória, Valverde assume a liderança da prova espanhola, com 15 segundos de vantagem para Nairo Quintana (Movistar), e com 18 segundos para Alberto Contador.


Amanhã nova tirada, com 169 quilómetros de extensão, com ligação entre Alhendín e Alcaudete.