terça-feira, 4 de agosto de 2015

José Gonçalves bisa na Volta a Portugal.


Escrito por: Marco Faria

O corredor barcelense José Gonçalves (Caja Rural), voltou a vencer na Volta a Portugal, desta feita em Oliveira de Azeméis, numa chegada ao sprint.

Gonçalves, deixou para segundo camisola amarela, Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), e para terceiro Vicente de Mateos (Louletano-Ray Just Energy), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Na geral, Gustavo Veloso mantêm a liderança, ampliando a vantagem para os rivais, com Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), no segundo posto a 21 segundos, e Joni Brandão (Efapel), no terceiro, a 47.

Amanhã, os corredores vão aproveitar o dia de descanso da prova, na véspera da chegada ao ponto mais alto de Portugal continental, a Torre.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

José Gonçalves vence em Santa Luzia.

Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

Escrito por: Marco Faria

O corredor José Gonçalves (Caja Rural), venceu a chegada a Santa Lúzia, referente à 5ª tirada da Volta a Portugal.

Gonçalves deixou para segundo Délio Fernandez e para terceiro Gustavo Veloso, ambos da mesma equipa, com o mesmo tempo do vencedor.


Na geral, Gustavo Veloso é o líder, com Délio Fernandez no segundo posto, a 15 segundos e Joni Brandão (Efapel), terceiro, a 41.

domingo, 2 de agosto de 2015

Filipe Cardoso vence na Senhora da Graça.

Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

Escrito por: Marco Faria

O corredor português Filipe Cardoso (Efapel), venceu na chegada à Senhora da Graça, uma montanha de 1ª categoria, em Mondim de Basto.

Filipe Cardoso foi o único sobrevivente da fuga do dia, conseguindo entrar na subida final isolado, sendo alcançado pelo seu colega de equipa e segundo na tirada, Joni Brandão. No terceiro posto terminou o camisola amarela, Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), com o mesmo tempo de Filipe Cardoso.


Na geral, Gustavo Veloso reforçou a liderança, com Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), no segundo posto, a 17 segundos e Joni Brandão, no terceiro, a 35 segundos.

sábado, 1 de agosto de 2015

Davide Vigano vence em Fafe na Volta a Portugal.

Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

Escrito por: Marco Faria

O corredor Davide Vigano (Team IDEA 2010 ASD), venceu hoje a chegada a Fafe, da Volta a Portugal.

Vigano foi o mais forte no sprint final, deixando para segundo o líder da prova, Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), e para terceiro Manuel Cardoso (Team Tavira), todos com o mesmo tempo do vencedor.


Na geral, fruto do segundo posto na tirada, Gustavo Veloso aumenta a distância para o segundo, Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), para 9 segundos e 12 para o terceiro, José Gonçalves (Caja Rural).

Adam Yates vence Clássica de San Sebastián.



Escrito por: Marco Faria

O corredor britânico Adam Yates (Orica-GreenEdge), venceu a 33ª Clássica de San Sebastián. Yates atacou na subida final, com o pelotão a chegar 15 segundos depois.

Philippe Gilbert (BMC), foi segundo e o primeiro do pelotão principal, com Alejandro Valverde (Movistar), a ser terceiro.

Quanto aos representantes portugueses, Nélson Oliveira (Lampre-Merida), foi 12º, com o mesmo tempo do pelotão principal.

André Cardoso (Garmin-Cannondale), foi 29º a 1m57s do vencedor, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), 47º, a 2m29s, Tiago Machado (Katusha), 74º, a 5m58s.

Rui Costa (Lampre-Merida), foi penúltimo a 15m06s, enquanto que Mário Costa (Lampre-Merida), não terminou.


Fonte: Abola

Richie Porte reforça BMC.


Escrito por: Marco Faria

O corredor australiano Richie Porte, será reforço da BMC segundo anunciou a formação americana.

Porte, com 30 anos, na Sky sempre foi visto como um corredor de equipa, tendo participado nas vitórias de Bradley Wiggins (2012) e Chris Froome (2013 e 2015) na Volta a França. Na última Volta a Itália teve a sua oportunidade de liderar a formação britânica, mas acabou por desistir.

“Quero ganhar de novo corridas como a Paris-Nice e a Volta à Catalunha, mas penso também na Volta a França do próximo ano. É entusiasmante ir para uma equipa em que vou ter tantas oportunidades para vencer corridas”, afirmou Porte, que terá de dividir a liderança da equipa em provas por etapas com Tejay Van Garderen.


Porte tem no seu palmarés vitórias em competições como Volta ao Algarve (2012), Paris-Nice (2013 e 2015), Volta à Catalunha (2015) e Giro de Trentino (2015).

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Délio Fernandez vence na Serra do Larouco.


Escrito por: Marco Faria

O corredor Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), venceu na primeira chegada em alto da Volta a Portugal, em Montalegre, na Serra do Larouco.

Délio Fernandez foi o mais forte, lançando-se ao ataque à entrada para o último quilómetros, levando consigo José Gonçalves (Caja Rural), segundo na tirada com o mesmo tempo do espanhol.

No terceiro posto terminou Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), a 6 segundos.


Na geral, Gustavo Veloso é o novo líder, com Délio Fernandez a subir ao segundo posto, a 3 segundos  e José Gonçalves no terceiro a 5.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Vicente Garcia de Mateos vence 1ª tirada da Volta a Portugal.

Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

Escrito por: Marco Faria

O corredor Vicente Garcia de Mateos (Louletano-Ray Just Energy) venceu a primeira tirada em linha da Volta a Portugal, uma ligação entre Pinhel e Bragança com 196,8 quilómetros de extensão.

Garcia de Mateos deixou para segundo Samuel Caldeira (W52-Quinta da Lixa),  e para terceiro Davide Vigano (Team Idea 2010 ASD), ambos com o mesmo tempo do vencedor.


Na geral, Gaetan Bille (Verandas Willems), mantêm a liderança, com Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), no segundo posto, a 3 segundos e Samuel Caldeira no terceiro, a 15.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Gaetan Bille primeiro líder da Volta a Portugal.


Escrito por: Marco Faria

O corredor belga Gaetan Bille (Verandas Willems), venceu o prólogo inaugural da Volta a Portugal em bicicleta, sendo assim o primeiro líder da mesma.


Bille deixou para segundo o vencedor da prova de 2014, Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), a 2 segundos e para terceiro Dimitri Claeys (Verandas Willems), a 9s.

domingo, 26 de julho de 2015

André Greipel vence na consagração de Chris Froome.





Escrito por: Marco Faria

O corredor alemão André Greipel (Lotto-Soudal), venceu a derradeira tirada da Volta a França, com Chris Froome (Sky), a ser coroado como vencedor da prova.

Greipel deixou para segundo Bryan Coquard (Europcar), e para terceiro Alexander Kristoff (Katusha), todos com o mesmo tempo do vencedor.
Na geral,  Froome foi coroado como o grande vencedor, com Nairo Quintana (Movistar), no segundo posto a 1m12s, e Alejandro Valverde (Movistar), terceiro a 5m25s.

Quanto aos portugueses, na geral, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), foi 44º, Tiago Machado (Katusha), 67º e José Mendes (Bora-Argon 18), 134º.

Nas restantes classificações, Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), foi o vencedor da camisola verde.

A melhor equipa foi a espanhola Movistar de Nairo Quintana e Alejandro Valverde.


O melhor jovem da prova foi o jovem colombiano, Nairo Quintana.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Vincenzo Nibali vence em La Toussuire.



Escrito por: Marco Faria

O corredor italiano Vincenzo Nibali (Astana), venceu a 19ª tirada da Volta a França, com final coincidente com uma chegada de 1ª categoria, em La Toussuire.

O segundo na tirada foi Nairo Quintana (Movistar), a 44 segundos e o terceiro o camisola amarela, Chris Froome a 1m44s do italiano.

Classificação da 19.ª etapa:
1. Vincenzo Nibali (ITA) Astana Pro Team, 04h.22m.53 s.
2. Nairo Quintana (COL) Movistar Team, 44s
3. Christopher Froome (RU) Team Sky, 1.14m
4. Thibaut Pinot (FRA) FDJ, 2.26m
5. Romain Bardet (FRA) AG2R La Mondiale, 2.26m
6. Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team, 2.26m
7. Bauke Mollema (HOL) Trek Factory Racing, 2.26m
8. Robert Gesink (HOL) Team Lotto NL-Jumbo, 2.26m
9. Alberto Contador (ESP) Tinkoff-Saxo, 2.26m
10. Samuel Sánchez (ESP) BMC Racing Team, 2.26m

...
60. Nélson Oliveira (POR), Lampre-Merida, a 25.30m
88. Tiago Machado (POR), Team Katusha, a 28.36m
137. José Mendes (POR), Bora-Argon, 29.12m.

Classificação geral:

1. Christopher Froome (GBR), Team Sky, 74h 13m 31s
2. Nairo Quintana (COL), Movistar Team, a 2.38m
3. Alejandro Valverde (ESP), Movistar Team, a 5.25m
4. Vincenzo Nibali (ITA), Astana Pro Team, a 6.44m
5. Alberto Contador (ESP), Tinkoff-Saxo, a 7.56m
6. Robert Gesink (HOL), Team LottoNL-Jumbo, a 8.55m
7. Mathias Frank (SUI), IAM Cycling, a 12.39m
8. Bauke Mollema (HOL), Trek Factory Racing, a 13.22m
9. Romain Bardet (FRA), AG2R La Mondiale, a 14.08m
10. Pierre Rolland (FRA) Europcar a 17.27

...
48. Nélson Oliveira (POR), Lampre-Merida, a 2.09.06h
74. Tiago Machado (POR), Team Katusha, a 2.44.42h
143. José Mendes (POR), Bora-Argon, a 3.54.45h


Fonte: Abola

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Romain Bardet vence 18ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor francês Romain Bardet (AG2R), venceu isolado a 18ª tirada da Volta a França, numa chegada a Saint Jean de Maurienne.

No segundo posto terminou Pierre Roland (Europcar), a 33 segundos, e no terceiro, Winner Anacona (Movistar), a 59.

Na geral, tudo na mesma, Chris Froome (Sky), é líder, com Nairo Quintana, no segundo posto a 3m10s e Alejandro Valverde (ambos Movistar), terceiro, a 4m09s.


Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), terminou no 38º posto, a 14m51s, Tiago Machado (Katusha), 121º, e José Mendes (Bora-Argon 18), 140º, ambos a 35m51s.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Simon Geschke vence 17ª tirada da Volta a França.



Escrito por: Marco Faria

O corredor alemão Simon Geschke (Giant-Alpecin), venceu a 17ª tirada da Volta a França, uma chegada a Pra Lup, após 161 quilómetros.

Greschke deixou para segundo Andrew Talansky (Garmin-Cannondale), a 32 segundos, e para terceiro Rigoberto Uran (Etixx-QuickStep), a 1m01s.

Quanto aos favoritos, Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), acabou hoje por perder cerca de 2m17s para os seus mais diretos adversários, após uma queda na última descida do dia.

Na geral, Chris Froome (Sky), mantêm a liderança, com Nairo Quintana (Movistar), no segundo posto, a 3m10s. Ao terceiro posto subiu Alejandro Valverde (Movistar), a 4m09s, após Tejay Van Garderen (BMC) desistir.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), foi 55º, a 15m40s, Tiago Machado (Katusha), 85º, a 21m05s e José Mendes (Bora-Argon 18), 135º, a 29m54s.


Na geral, Nelson Oliveira é 52º, a 1h32m57s, Tiago Machado, 61º, a 1h44m27s, e José Mendes, 143º, a 2h53m54s.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Ruben Plaza vence 16ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor espanhol Ruben Plaza (Lampre-Merida), venceu a 16ª tirada da Volta a França, numa chegada a Gap.

Ruben Plaza seguia juntamente com um grupo com cerca de 20 unidades na fuga do dia, quando na subida final desferiu um ataque que o isolou na frente, não mais sendo alcançado.

No segundo posto terminou Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), a 30 segundos e no terceiro, Jarlinson Pantano (IAM), a 36.

Quanto aos favoritos, o primeiro a passar a linha de meta foi Vincenzo Nibali (Astana), no 24º posto, a 17m44s de Plaza. Seguindo-se Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), na frente do grupo com os restante favoritos à geral, a 18m22s.

Na geral, Chris Froome (Sky) mantêm-se como líder, com Nairo Quintana (Movistar), no segundo posto, a 3m10s, e Tejay Van Garderen (BMC), no terceiro, a 3m32s.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), terminou no 20º posto, a  4m14s, José Mendes (Bora-Argon 18), 109º, e Tiago Machado (Katusha), 138º, ambos a 30m36s.


Na geral, Nelson Oliveira, 51º, a 1h24m33s, Tiago Machado, 61º, a 1h30m38s e José Mendes, 144º, a 2h31m16s.

domingo, 19 de julho de 2015

Luís Gomes vence última tirada da Volta a Portugal do Futuro.


Escrito por: Marco Faria

Luís Gomes (Liberty Seguros/Carglass) venceu a quarta e última tirada da Volta a Portugal do Futuro, com Julen Amezqueta (Cafés Baqué) a confirmar a vitória na prova à geral.

No segundo posto terminou precisamente Julen Amezqueta, a 4 segundos de Luís Gomes, com Vadim Zhuravlev (Lokosphinx) a ser terceiro, a também 4 segundos.


Na geral, Julen Amezqueta venceu, com Anatoliy Budyak (ISD), a ser segundo, a 13 segundos e Alvaro Trueba (Cafés Baqué), terceiro, a 26.

Gonçalo Ferreira vence Volta a Portugal de Cadetes.


Escrito por: Marco Faria

Gonçalo Ferreira (Acreditar/UDO/Malveira) venceu a Volta a Portugal de Cadetes, depois de ser segundo na terceira e última tirada da prova, vencida por Pedro Lopes (Alcobaça CC/Crédito Agrícola).

A tirada de hoje ficou marcada pela subida de 13,4 quilómetros, até ao alto de Decide, com o prémio de montanha a estar a 21,6 quilómetros da chegada, com o trio Gonçalo Ferreira, Pedro Lopes e Artur Chaves (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), a atacarem e conseguirem levar a iniciativa até ao final. Patentes ficaram as dificuldades do anterior líder, que chegou mesmo a perder o contacto com o pelotão principal.

Na frente da corrida, Pedro Lopes e Gonçalo Ferreira entenderam-se bem, com Artur Lopes a descolar na descida. A vitória decidiu-se nos 200 metros finais, uma curta mas inclinada subida, onde Pedro Lopes se destacou.


Na geral, Pedro Lopes venceu, com João Costa (CC Barcelos/AFF/Orbea/Onda), a ser segundo a 11 segundos, e Afonso Silva (CC Tavira), terceiro, a 23s.

André Greipel vence 15ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor alemão André Greipel venceu hoje a 15ª tirada da Volta a França, somando assim mais uma vitória na presente edição da mesma.

Greipel mostrou-se mais forte no sprint final, com John Degenkolb (Giant-Alpecin) a ser segundo, e Alexander Kristoff (Katusha), terceiro, ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Na geral, tudo na mesma, Chris Froome (Sky) é o líder, com Nairo Quintana (Movistar), no segundo posto, a 3m10s, e Tejay Van Garderen (BMC), no terceiro, a 3m32s.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida) foi 26º, com o mesmo tempo de Greipel, com José Mendes (Bora-Argon 18), a ser 65º, a 20 segundos e Tiago Machado (Katusha), 80º, a 1m45s.


Na geral, Tiago Machado é 48º, a 1h18m14s, Nelson Oliveira, 71º, a 1h38m31s e José Mendes, 125º, a 2h18m52s.

sábado, 18 de julho de 2015

João Costa volta a vencer na Volta a Portugal de Cadetes.


Escrito por: Marco Faria

O jovem corredor João Costa (CC Barcelos/AFF/Orbea/Onda), voltou a vencer na Volta a Portugal de Cadetes, aumentando assim a sua vantagem face à concorrência.

João Costa esperou pelo quilómetro final para atacar, não mais sendo alcançado. No segundo posto terminou Bruno Machado (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), a 5 segundos e no terceiro Afonso Silva (CC Tavira), a 7.

Na geral, João Costa é o líder, com Daniel Sebastian (Gandia/Renault Ginestar), no segundo posto, a 14 segundos e Afonso Silva, terceiro, a 25.


Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Rui Carvalho vence chegada a S. Macário.



Escrito por: Marco Faria

O português Rui Carvalho (Anicolor) ganhou hoje a etapa rainha da Volta a Portugal do Futuro, que terminou no alto de S. Macário, depois de percorridos 116,5 quilómetros desde Viseu, mas a camisola amarela passou do luso César Martingil (Liberty Seguros/Carglass) para o espanhol Julen Amezqueta (Cafés Baqué). 

Os últimos 8,7 quilómetros, sempre a subir desde S. Pedro do Sul atá ao alto de S. Macário, permitiram aos trepadores mostrar a lei do mais forte. Rui Carvalho deu um autêntico festival, serra acima, cortando a meta ao fim de 3h18m41s de corrida, deixando o segundo classificado, o colega de equipa Renato Macedo, a 59 segundos. O terceiro foi o basco Oscar González (Euskadi/EDP), a 1m02s. A primeira vitória portuguesa ao fim de três etapas fez, no entanto, a camisola amarela mudar para o corpo de um espanhol. O vencedor da tirada de ontem, Julen Amezqueta foi o quarto a cruzar a meta, a 1m02s, um desempenho que lhe valeu a subida ao lugar mais alto da geral individual. 

Julen Amezqueta comanda com 6 segundos de vantagem sobre o ucraniano Anatoliy Bufyak (ISD) e com 17 segundos sobre o colega de equipa Alvaro Trueba, segundo e terceiro, respetivamente. O melhor português é Luís Gomes (Liberty Seguros/Carglass), quarto classificado, a 1m15s. 

A última etapa, a disputar neste domingo ao longo de 120,9 quilómetros, entre S. Pedro do Sul e Oliveira de Azeméis, vai cruzar um terreno de permanente sobe e desce, podendo ser palco de ataques que modifiquem a classificação geral. 

Julen Amezqueta junta a classificação por pontos à geral individual. Anatoliy Budyak lidera a montanha e a juventude. Por equipas comandam os espanhóis dos Cafés Baqué.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Stephen Cummings vence 14ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor britânico Stephen Cummings (MTN-Qhubeka) venceu a 14ª tirada da Volta a França, numa chegada a Mende, após 178,5 quilómetros de extensão.

No segundo posto terminou Thibaut Pinot (FDJ), a 2 segundos e no terceiro, Romain Bardet (AG2R), a 3 segundos.

Na geral, Chris Froome (Sky) mantêm a liderança, com Nairo Quintana (Movistar) a subir ao segundo posto, a 3m10s, enquanto que Tejay Van Garderen (BMC) é agora terceiro a 3m32s.

Quanto aos portugueses, Tiago Machado (Katusha), terminou no 59º posto, a 9m44s, enquanto que Nelson Oliveira (Lampre-Merida) e José Mendes (Bora-Argon 18) foram, 93º e 94º, a 12m39s.


Na geral, Tiago Machado é 50º, a 1h16m29s, Nelson Oliveira, 78º, a 1h38m31s e José Mendes, 148º, a 2h18m32s.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

João Costa primeiro líder da Volta a Portugal de Cadetes.


Escrito por: Marco Faria

João Costa (CC Barcelos/AFF/Orbea/Onda), venceu hoje a primeira tirada da Volta a Portugal de cadetes, uma ligação entre Lousã e Oliveira do Hospital, com 67 quilómetros de extensão.

Na subida final, um grupo de 4 corredores destacou-se de toda a concorrência, não mais sendo alcançados, com João Costa a levar a melhor frente aos seus adversários. No segundo posto terminou Ricardo Dias (Talho do Povo/Ramalde), com o mesmo tempo, e no terceiro Daniel Sebastian (Gandia/Renault Ginestar), a 3 segundos.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Julen Amazqueta vence tirada, Martingil novo líder da Volta a Portugal do Futuro.


Escrito por: Marco Faria

Julen Amazqueta (Cafés Baqué), venceu a segunda tirada da Volta a Portugal do Futuro, com César Martingil (Liberty Seguros/Carglass) a assumir a liderança da prova.

No segundo posto terminou Alvaro Trueba (Cafés Baqué), e Oscar González (Euskadi-EDP), ambos a 19 segundos.

Martingil foi 11º, a 1m27s, mas garantiu assim o primeiro lugar da geral individual.

Amanhã corre-se a terceira etapa, uma viagem de 116,5 quilómetros, entre Viseu e a serra de S. Macário, em S. Pedro do Sul. A meta coincide com uma contagem de montanha de primeira categoria, prevendo-me mais alterações na geral individual. 

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Greg Van Avermaet vence 13ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor da BMC, Greg Van Avermaet venceu a 13ª tirada da Volta a França, uma ligação entre Muret e Rodez, com 198.5 quilómetros de extensão.

No segundo posto terminou Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), com o mesmo tempo e no terceiro Jan Bakelants (AG2R), a 3 segundos. Logo a seguir chegou o primeiro corredor do pelotão principal, John Degenkolb (Giant-Alpecian) a 7 segundos.

Na geral, tudo na mesma, com Chris Froome (Sky) na liderança, Tejay Van Garderen (BMC) no segundo posto, a 2m52s, e Nairo Quintana (Movistar), no terceiro, a 3m09s.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida) terminou no 40º posto, a 58 segundos, Tiago Machado (Katusha), 57º, a 1m58s e José Mendes (Bora-Argon 18), 104º, a 7m44s.


Na geral, Tiago Machado é 52º, a 1h11m00s, Nelson Oliveira, 78º, a 1h30m07s e José Mendes, 158º, a 2h10m08s.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Illya Klepikov primeiro líder da Volta a Portugal do Futuro.


Escrito por: Marco Faria

O corredor russo Illya Klepikov (ISD), venceu isolado a primeira etapa da Volta a Portugal do Futuro.

Klepikov deixou para segundo Vadim Zhuravlev (Lokosphinx), a 21 segundos e para terceiro César Martingil (Liberty Seguros/Carglass), com o mesmo tempo de Zhuravlev.


Esta sexta-feira decorre a segunda tirada, uma ligação entre Alvaiázere até Oliveira do Hospital, com 135 quilómetros de extensão.

Joaquim Rodriguez vence na chegada a Plateau de Beile.


Escrito por: Marco Faria

O corredor espanhol Joaquim Rodriguez (Katusha), venceu a 12ª tirada da Volta a França, uma chegada a Plateau de Beille, com a meta coincidente com uma contagem de montanha de categoria especial.

No segundo posto terminou Jakob Fuglsang (Astana)  a  1m12s, e no terceiro Romain Bardet (AG2R), a 1m49s.

Na geral, tudo na mesma, Chris Froome (Sky) mantêm a liderança, com Tejay Van Garderen (BMC), no segundo posto a 2m52s e Nairo Quintana (Movistar), no terceiro a 3m09s.

Quanto aos portugueses, Tiago Machado (Katusha) terminou no 37º posto, a 17m02s, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), 96º, a 33m34s e José Mendes (Bora-Argon 18), 120º, a 33m34s.

Na geral, Tiago Machado é 55º, a 1h09m09s, Nelson Oliveira, 90º, a 1h29m16s e José Mendes, 161º, a 2h02m31s.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Rafal Majka vence 11ª tirada da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor polaco Rafal Majka (Tinkoff-Saxo), venceu a 11ª tirada da Volta a França, uma chegada a Vellée de Saint Savin, terminando isolado.

Majka esteve envolvido na fuga do dia, atacando na fase final do Col do Tourmalet, não mais sendo alcançado. No segundo posto terminou Daniel Martin (Garmin-Cannondale), a 1 minuto e no terceiro Emanuel Buchmann (Bora-Argon 18), a 1m23s.

Quanto aos principais favoritos, tudo na mesma, Chris Froome (Sky) mantêm a liderança, com Tejay Van Garderen (BMC) no segundo posto, a 2m52s, e Nairo Quintana (Movistar), no terceiro posto, a 3m09s.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), terminou no 51º posto, a 15m54s, Tiago Machado (Katusha), 67º, a 21m44s, José Mendes (Bora-Argon 18), 122º, a 31m21s.

Na geral, Tiago Machado é 65º, a 58m54s, Nelson Oliveira é 72º, a 1h02m29s, José Mendes é, 130º, a 1h35m44s.


Destaque ainda para o facto de Rui Costa (Lampre-Merida), ter hoje abandonado a prova gaulesa. O corredor revelou que irá ser submetido a exames no final da tirada com o objetivo de tentar perceber o que afetou o seu rendimento.

terça-feira, 14 de julho de 2015

Chris Froome reforça liderança da Volta a França.


Escrito por: Marco Faria

O corredor britânico Chris Froome (Sky) venceu a 10ª tirada da Volta a França, uma chegada a Pierre Saint Martin, numa montanha de categoria especial.

Froome atacou a sensivelmente 6 quilómetros para a chegada, não mais sendo alcançado, com Richie Porte, seu companheiro de equipa a ser segundo, a 59 segundos e Nairo Quintana (Movistar), terceiro, a 1m04s.

Na geral, Froome reforça a liderança, com Tejay Van Garderen (BMC), no segundo posto, a 2m52s, e Nairo Quintana, terceiro, a 3m09s.

Quanto aos portugueses, Tiago Machado (Katusha), terminou no 75º posto, a 14m47s, Nelson Oliveira (Lampre-Merida), José Mendes (Bora-Argon 18)  e  Rui Costa (Lampre-Merida) foram 88º, 90º  e 100º, todos a 16m40s.


Na geral, Rui Costa é 33º, a 22m10s, Tiago Machado 69º, a 42m31s, Nelson Oliveira, 108º, a 51m56s e José Mendes, 161º, a 1h09m44s.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Apresentação Volta a Portugal (Parte III)



Escrito por: Diogo Martins

Continuamos a nossa aventura pelas Voltas a Portugal. Chegamos assim à prova dos atletas sub-23. Com a não presença de Ruben Guerreiro, agora da Axeon e vencedor do ano passado, nem o do 2º classificado Joaquim Silva, agora elite e corredor da W52-Quinta da Lixa-Jetclass, não será significado de não qualidade, pois estarão presentes outros novos futuros talentos que irão lutar não só pelas várias classificações da prova, mas também por um possível salto para uma equipa continental de elite.

A 23ª Volta a Portugal do Futuro começa já esta quinta em Pombal. Numa etapa que será a mais calma das 4, mas só porque acabará ao sprint. Numa ligação de 137,5 kms os atletas antes de chegar a Ansião terão que passar por 3 metas volantes – km Soure 28,4; Condeixa a Nova km 52,4; Pena km 63,6; e também uma contagem de montanha de 3ª categoria já a 30 kms do final. Desde o ponto de montanha será sempre a descer até a 1ª passagem pela meta para os atletas terem uma noção da abordagem a ter na 2ª passagem, que coincidirá com a meta.

A 2ª etapa que ligará Alvaiázere a Oliveira do Hospital será comprida em 135 kms já mais duros que no dia anterior. Apesar da etapa acabar no centro da cidade, só os mais fortes é que irão disputar a chegada, visto que a 8 kms da chegada está uma contagem de 2ª categoria que fará romper pernas. Falando agora da etapa propriamente dita, os corredores irão ter que ultrapassar logos nos 18 kms iniciais uma contagem de 3ª categoria. Em Pedrogão Grande (km 42) estará um sprint intermédio à espera dos corredores bem como em Góis (km 85,5) e “Avô” (km 121). No meio destas metas volantes haverá tempo, para possivelmente os fugitivos do dia, escalarem os pontos que a subida de 2ª categoria (km 67,8) tem para dar.

Vem o Sábado e sinal de descanso é mesmo só para os espectadores que se esperam ver no Monte São Macário. A mítica subida de São Pedro Sul estará presente para acabar a etapa rainha desta Volta ao Futuro. Apesar da etapa ser pequenina, apenas 116,5 kms e para além da chegada em alto, os jovens talentos terão que ultrapassar uma subida de 3ª categoria em Campo de Besteiros (km 48,6). E como a etapa não podia ser só subir, depois das descidas virão nos centros das cidades /vilas de Tondela (km 15,4), Campo de Besteiros (km 63,3) e São Pedro Sul (km 97,7).

A última etapa que possivelmente será de consagração para o camisola amarela deixa ainda em aberto as restantes classificações, com uma chegada possível ao sprint além das várias metas volantes e pontos de montanha. A ligação de São Pedro do Sul a Oliveira de Azeméis contará com a passagem do pelotão Oliveira de Frades (km 10,5 – MV), Varzielas (km 31,1 – PM 3ª), Águeda (km 61,8 - MV), Talhadas (Sever do Vouga) (km 76,4 – PM 3ª), Vale de Cambra (km 98,5 - PM 2ª e km 105,4 – MV). A última subida poderá fazer estragos e será a única condicionante de uma não chegada em pelotão compacto, o que trará assim um bom espectáculo.

Com já tinha sido abordado num dos artigos anteriores a Volta a Portugal dos Cadetes terá um percurso muito idêntico.

Até ao momento em que retiramos estas informações, tinham sido confirmando a presença na prova 12 equipas de vários países. Para lá das habituais equipas portuguesas Moreira Congelados, Maia–Ribeiro’s Bike Shop, Sicasal–Constantinos, Mortágua, Liberty Seguros–Carglass e C.C. José Maria Nicolau, o pelotão contará com a presença vinda de Espanha a Café Baque, Caja Rural, Euskadi-EDP e Speedroad–Gomistar; da Ucrânia a formação ISD Continental Team e a Lokosphinx, da Rússia.
Aconselho vivamente a ver as classificações e analisarem bem os atletas. Terão agradáveis surpresas. Encontraram atletas como Joni Brandão, António Carvalho e Rafael Silva. E se procurarem melhor irão encontrar Tiago Machado, José Mendes, André Cardoso, Filipe Cardoso, José Azevedo e até mesmo Joaquim Gomes, organizador dos eventos.

E já sabem apareçam! Os resultados não aparecem sozinhos, os atletas destas idades treinam para esta prova diariamente, será uma recompensa para eles a vossa presença J

Data
Etapa
Partida
Chegada
Km
Local
Hora
Local
Hora
16-jul
Pombal
12:40
Ansião
16:16
137,5
17-jul
Alvaiázere
12:40
Oliveira do Hospital
16:18
135
18-jul
Viseu
12:40
S. Pedro do Sul
16:14
116,5
19-jul
S. Pedro do Sul
12:50
Oliveira de Azeméis
16:09
120,1
509,1

Classificações passadas:
2007: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/11092007095337.pdf
2008: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/28072008001815.pdf
2009: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/30072009102932.pdf
2010: sem informações
2011: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/11092011132844.pdf
2012: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/09092012162946.pdf
2013: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/08092013201252.pdf

2014: http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/20072014174652.pdf