domingo, 29 de março de 2015

Pawel Bernas vence Volta ao Alentejo.


Escrito por: Marco Faria

O corredor Pawel Bernas (Activejet) venceu a Volta ao Alentejo, após a vitória na quinta e última tirada de Johim Ariesen (Metec-TKH Continental).

Pawel Bernas terminou como líder da prova, deixou para segundo Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), e para terceiro James Oran, ambos a 7 segundos.


Fonte: Abola

Richie Porte vence Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor australiano Richie Porte (Sky) venceu este domingo a Volta à Catalunha, com Alejandro Valverde (Movistar) a ser segundo a quatro segundos, após vencer a última tirada.

A sétima tirada, com 126,6 quilómetros de extensão, tinha partida e chegada em Barcelona, foi vencida ao sprint por Valverde.

Bryan Coquard (Europcar) foi segundo e Sergei Chernetski (Katusha) terceiro.

Quanto à geral, Domenico Pozzovivo (AG2R) ficou no 3º posto a cinco segundos de Porte e um de Valverde.


Fonte: Abola

sábado, 28 de março de 2015

Sergei Chernetski vence sexta tirada da Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor Sergei Chernetski (Katusha) venceu a sexta tirada da Volta à Catalunha, com ligação entre Cervera e Port Aventura, co 194,1 quilómetros de extensão.

Chernetski deixou para segundo Julian Alaphilippe (Etixx-QuickStep), e para terceiro Maciej Paterski (CCC Sprandi Polkowice), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Quanto aos portugueses em prova, André Cardoso terminou no 53º posto, Fábio Silvestre no 64º, ambos a 1m50s. Sérgio Paulinho 92º, a 4m29s, Ricardo Vilela não terminou a tirada.

Na geral, Richie Porte (Sky) mantêm a liderança, com 5 segundos para Domenico Pozzovivo (AG2R) e 7 para Alberto Contador (Tinkoff-Saxo).

Quanto aos portugueses na geral, André Cardoso é 41º, a 22m43s, Sérgio Paulinho 61º, a 34m10s e Fábio Silvestre 101º, a 57m47s.


Fonte: Record

Pawel Bernas novo líder da Volta ao Alentejo.


Escrito por: Marco Faria

O corredor Pawel Bernas (Activejet) venceu este sábado a quarta tirada da Volta ao Alentejo e assumiu assim a liderança da prova.

Bernas deixou para segundo Délio Fernandez (W52-Quinta da Lixa), e para terceiro Sérgio Sousa (LA-Antarte), ambos a 5 segundos.

"Estava a tentar chegar à vitória desde o primeiro dia, estive sempre nas fugas dos últimos quilómetros e hoje finalmente consegui. Ataquei quando faltavam 1,5 quilómetros para o final e foi a melhor decisão que tomei", confessou o corredor polaco, que se lançou com um grupo de seis corredores quando faltavam percorrer 12 dos 143,7 quilómetros entre Aljustrel e Vila Nova de Santo André. 

A faltar apenas um dia para o final da prova, Bernas lidera com cinco segundos para Délio Fernandez, James Oram (Team Axeon), Manuel Cardoso é quarto, a 11 segundos.

Amanhã realiza-se a última tirada, com ligação entre Alcácer do Sal e Reguengos de Monsaraz, com 175,1 quilómetros de extensão.


Fonte: Record

sexta-feira, 27 de março de 2015

Richie Porte novo líder da Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor australiano Richie Porte (Sky) assumiu a liderança da Volta à Catalunha, após a quinta tirada, ganha por Alejandro Valverde (Movistar).

Porte foi o quarto na tirada mas aproveitou as bonificações para subir assim lugar mais alto do pódio.

Domenico Pozzovivo (AG2R) é o segundo a 5 segundos enquanto que Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), é terceiro a 7. Alejandro Valverde aparece no quarto posto, a 16.

Quanto aos portugueses, André Cardoso (Garmin-Cannondale) foi o melhor na tirada, ocupando o 41º posto, Ricardo Vilela (Caja Rural), foi 44º, Fábio Silvestre (Trek), 80º, e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), 126º.

Na geral, André Cardoso é 43º, Sérgio Paulinho, 58º, Ricardo Vilela, 85º e Fábio Silvestre, 113º.


Fonte: Abola

Manuel Cardoso mantêm liderança da Volta ao Alentejo.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Manuel Cardoso (Tavira) manteve a liderança da Volta ao Alentejo, depois de ser segundo na terceira tirada, com ligação entre Portel e Mértol, com 189,6 quilómetros de extensão.

Johim Ariesen (Matec-Tkh Team) foi o vencedor da tirada, com Manuel Cardoso e segundo e Pawel Franczak (Activejet Team) foi terceiro, ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Este sábado o pelotão enfrenta mais uma tirada, uma ligação com 143,7 quilómetros entre Aljustrel e Vila Nova de Santo André.


Fonte: Abola

quinta-feira, 26 de março de 2015

Tejay Van Garderen vence etapa rainha da Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor norte-americano Tejay Van Garderen (BMC) venceu a quarta tirada da Volta à Catalunha, com ligação entre Tona e La Molina, com 188,4 quilómetros, naquela que era considerada a etapa rainha da prova. Van Garderen passou a linha de meta isolado, deixando Richie Porte (Sky), a três segundos e Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), a oito segundos.

Quanto aos portugueses em prova, André Cardoso (Garmin-Cannondale), a 2m33s, enquanto que Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), foi 46º, a 9m23s, Fábio Silvestre (Trek) foi 117º e Ricardo Vilela (Caja Rural), 133º, ambos a 27m49s.

Na geral, Bart de Clercq, Lotto-Soudal, é o novo líder, com 21 segundos para Porte e 26 para Domenico Pozzovivo.

Quanto aos portugueses, Sérgio Paulinho é 45º, a 18m24s, André Cardoso é 50º, a 20m16s, Ricardo Vilela 103º, a 39m56s e Fábio Silvestre 123º, a 52m23s.


Fonte: Record

Manuel Cardoso novo líder da Volta ao Alentejo.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Manuel Cardoso (Tavira) venceu, a segunda tirada da Volta ao Alentejo, assumindo assim a liderança da prova.

Cardoso deixou para segundo Samuel Caldeira (W52/Quinta da Lixa), e para terceiro Anderson Ryan (Team Optum), no final dos 152,5 quilómetros da tirada.

Na geral, Cardoso subiu à liderança, com James Oram (Team Axeon), no segundo posto com o mesmo tempo do sprinter português, enquanto que Samuel Caldeira é terceiro a 2 segundos.


Fonte: Abola

quarta-feira, 25 de março de 2015

Pierre Rolland novo líder da Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor francês Pierre Rolland (Europcar) subiu hoje à liderança da Volta à Catalunha, após a terceira tirada, com Maciej Paterski (CCC Sprandi Polkowice) a descer para segundo a 1m08s.

Domenico Pozzovivo (AG2R) foi o vencedor da tirada, que começava e terminava em Girona, deixando para segundo Daniel Martin (Cannondale-Garmin) e para terceiro Rigoberto Uran (Etixx-QuickStep), ambos a 3 segundos.

Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) foi o melhor português na tirada, no 98º posto com Fábio Silvestre (Trek) no 99º, ambos a 8m40s. Ricardo Vilela (Caja Rural) terminou no 127º posto, a 11m46s, enquanto que André Cardoso (Cannondale-Garmin), foi 173º, a 17m22s.

Na geral, Sérgio Paulinho é o melhor classificado no 75º posto, a 11m04s do líder, com Ricardo Vilela no 92º posto, a 14m10s, André Cardoso é 110º, a 19m46s e Fábio Silvestre 124º, a 26m37s.


Fonte: Abola

terça-feira, 24 de março de 2015

Alejandro Valverde vence 2ª tirada da Volta à Catalunha.


Escrito por: Marco Faria

O corredor espanhol Alejandro Valverde (Movistar) venceu a segunda tirada da Volta à Catalunha, que terminou com a chegada a Olot, após 191,8 quilómetros.

Valverde deixou para segundo José Joaquin Rojas e para terceiro Martin Elmiger (IAM).

O mesmo tempo foi atribuído aos 101 primeiros corredores, onde estavam incluídos Fábio Silvestre (Trek), 8º, André Cardoso (Garmin), 55º, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), 63º, e Ricardo Vilela (Caja Rural), 98º.

Maciej Paterski (Sprandi) terminou no 33º posto e manteve assim a liderança da prova.

Na geral, André Cardoso é o melhor luso, no 53º posto, a 2m50s de Paterski, com Sérgio Paulinho no 75º posto, Ricardo Vilela no 89º e Fábio Silvestre 131º


Fonte: Abola

sábado, 21 de março de 2015

Comunicado a todos os seguidores.


Boa tarde a todos.

Como perceberam os nossos habituais seguidores no Facebook, o face Ciclismo Mundial foi terminado. A culpa não foi nossa, simplesmente fomos avisados que não estávamos a dar o uso certo ao face, teríamos de criar uma página.

Como tal foi o que nós fizemos, criamos uma página onde todos os nossos amigos e seguidores se tornaram nossos seguidores agora também, mas onde perdemos todas as identificações, todos os “likes”, todos os comentários, entre outros. Basicamente perdemos a nossa história, mas não perdemos a nossa identidade.

A partir deste momento essa página estará disponível para todos vocês como o nosso anterior face, e vamos continuar a fazer o nosso trabalho como sempre, sem deixar que isto nos faça perder o ânimo.

O face Ciclismo Mundial esteve uns dias offline mas neste momento esta página veio resolver todos os problemas.

Agora é continuar a trabalhar, e tentar fazer o melhor possível.

Link da nova página:

Com os melhores cumprimentos,

Administração Ciclismo Mundial

sexta-feira, 20 de março de 2015

Apresentada 33ª Volta ao Alentejo.


Escrito por: Diogo Martins

A 33ª Volta ao Alentejo que terá lugar entre os dias 25 e 29 deste mês, foi ontem apresentada. Num conjunto de 5 etapas, um percurso de mais de 800km que terá no seu foco etapas disputadas ao “sprint”.

Irão marcar presença 23 equipas de variadíssimos países da Europa e América. Além das continentais portuguesas: Efapel, LA Alumínios-Antarte, Louletano-Ray Just Energy, Rádio Popular-Boavista, Team Tavira e W52-Quinta da Lixa; as juniores Anicolor, CC José Maria Nicolau, Liberty Seguros/Carglass, Maia/Ribeiros Bike Shop, Moreira Congelados/Feira/KTM, Sicasal/Constantinos/UDO. Oriundas de fora, teremos na Alentejana as espanholas Murias Taldea e Euskadi/EDP; a holandesa Metec-TKH p/b Mantel; a polaca ActiveJet , as noruguesas Team FixIT.No e Team Coop-Oster Hus; a russa Lokosphinx; Team Ecuador; e as americanas Axeon (equipa de Ruben Guerreiro) e Optum p/b Kelly Benefit Strategies e também a Seleção Nacional dos Estados Unidos.

A 1ª etapa ligará Portalegre a Castelo de Vide, num percurso de 143,7km com 2 contagens de montanha (2º e 3º categoria). No 2º dia teremos uma etapa de 152,5km de castelo de Vide a Mora. A 3ª etapa e mais longa da Volta a ligação Portel a Mértola será efetuada em 189,6km. A penúltima etapa contará com contagem de montanha de 3º categoria, numa tirada de 143,7km entre Aljustrel e Vila Nova de St. André. Na última etapa que liga Alcácer do Sal a Reguengos de Monsaraz, os atletas terão que percorrer 175,1km para terminarem a edição de 2015 da “Alentejana”. Todas as etapas contaram com 3 metas volantes.


Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

terça-feira, 17 de março de 2015

Nairo Quintana vence Tirreno-Adriático.


Escrito por: Marco Faria

O corredor Suíço Fabian Cancellara (Trek) venceu a última tirada do Tirreno-Adriático, um contrarrelógio que carimbou a vitória de Nairo Quintana (Movistar), na prova.

Cancellara gastou 11m23s para cumprir os 10 quilómetros da ligação entre San Benedotto del Tronto e San Benedetto del Tronto, gastando menos 4 segundos que o segundo, Adriano Malori (Movistar) e 9 que o terceiro, Vasil Kiryenka (Sky). José Mendes (Bora-Argon 18), terminou no 37º posto, a 48 segundos.

Na geral, Quintana segurou a liderança, com Bauke Mollema (Trek) no segundo posto, a 18 segundos e Rigoberto Uran (Etixx-QuickStep), no terceiro a 31 segundos.
José Mendes terminou no 33º posto, a 10m40s de Quintana.

Classificação da 7.ª etapa-  Tirreno - Adriatico (San Benedetto del Tronto - San Benedetto del Tronto, 10 km)
1.º Fabian Cancellara (Trek) 11:23"
2.º Adriano Malori (Movistar) a 4"
3.º Vasil Kiryienka (Team Sky) a 9"
4.º Jonathan Castroviejo (Movistar) a 12"
5.º Maciej Bodnar (Tinkoff - Saxo) a 16"
6.º Michael Hepburn (Orica) m.t.
7.º Ramunas Navardauskas (Cannondale) a 17"
8.º Steven Cummings (Team MTN) a 23"
9.º Andrey Amador (Movistar) a 25"
10.º Edvald Boasson Hagen (Team MTN) a 26"
37.º José Mendes (Bora-Argon 18) a 48''

Classificação geral
1.º Nairo Quintana (Movistar) 25:11:16"
2.º Bauke Mollema (Trek) a 18"
3.º Rigoberto Uran (Etixx - Quick-Step) a31"
4.º Thibaut Pinot (FDJ) a 35"
5.º Alberto Contador (Tinkoff - Saxo) a 39"
6.º Steven Cummings (Team MTN) a 40"
7.º Wout Poels (Team Sky) a 56"
8.º Domenico Pozzovivo (AG2R) a 59"
9.º Adam Yates (Orica) a 1:09"
10.º Roman Kreuziger (Tinkoff - Saxo) a 1:11"
33.º José Mendes (Bora-Argon 18) a 10:40''


Fonte: Record

domingo, 15 de março de 2015

Nairo Quintana novo líder do Tirreno-Adriático.


Escrito por: Marco Faria

O corredor colombiano Nairo Quintana (Movistar), venceu a etapa rainha do Tirreno-Adriático e assumiu assim a liderança da prova Italiana.

Apesar das condições climatéricas adversas, Quintana impôs-se frente à concorrência, com um ataque a 5 quilómetros da meta, não mais sendo alcançado até ao alto do Terminillo.

No segundo posto terminou Bauke Mollema (Trek), a 41 segundos e no terceiro Joaquín Rodríguez (Katusha), a 55.

Na geral, Quintana é o novo líder, com Bauke Mollema a surgir no segundo posto a 39 segundos e Rigoberto Urán (Etixx-QuickStep) no terceiro, a 48.


Fonte: AS

Pedro Paulinho vence Clássica Primavera.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Pedro Paulinho (LA Alumínios-Antarte) venceu ao sprint a Clássica Primavera, depois de 145,7 quilómetros, em redor da Póvoa do Varzim.

A dificuldade criada pelas sete passagens pelo Monte de S. Félix não foi o suficiente para arredar os sprintrs da disputa final, com Pedro Paulinho a deixar para segundo Daniel Freitas (Anicolor) e Manuel Cardoso (Tavira) para terceiro.

Luís Gomes (Liberty Seguros/Carglass), sétimo na prova, venceu a classificação dos sub-23. A Efapel foi a vencedora por equipas, enquanto que a Liberty Seguros/Carglass foi a melhor formação de clube.

Clássica da Primavera – Classificação Geral
1.º Pedro Paulinho (LA Alumínios-Antarte), 3h53m06s (Média: 37,503 km/h)
2.º Daniel Freitas (Anicolor), mt
3.º Manuel Cardoso (Team Tavira), mt
4.º Guillaume Boivin (Optum p/b Kelly Benefit Strategies), mt
5.º Filipe Cardoso (Efapel), mt
6.º Rafael Silva (Efapel), mt
7.º Luís Gomes (Liberty Seguros/Carglass), mt
8.º César Fonte (Rádio Popular-Boavista), mt
9.º José Castro (Supermercados Froiz), mt
10.º José de Segóvia (Louletano-Ray Just Energy), mt 


Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Rui Costa termina Paris-Nice no 4º posto.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Rui Costa (Lampre-Merida), terminou no 4º posto o Paris-Nice, a 30 segundos do vencedor, Richie Porte (Sky) após o contrarrelógio que marcou o final da prova.

Richie Porte foi o vencedor da última tirada o que lhe permitiu chegar à liderança e vitória final da prova, com Simon Spilak (Katusha) a ser segundo a 13 segundos e Rui Costa 3º, a 24.

Na geral, Porte deixou Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), para segundo, Simon Spilak, para terceiro e Rui Costa no quarto, todos a 30 segundos do australiano.

O anterior líder, Tony Gallopin (Lotto-Soudal), terminou a tirada no 29º posto, a 1m39s, descendo assim para o 6º posto na geral, a 1m03s.

Classificação da 7.ª etapa Paris - Nice (Nice - Col d'Eze), 9,5 km
1.º Richie Porte (Australia / Team Sky) 20:23 minutos
2.º Simon Spilak (Slovenia / Katusha) a 13s
3.º Rui Costa (Portugal / Lampre) a 24s
4.º Tony Martin (Germany / Etixx - Quick-Step) a 29s
5.º Michal Kwiatkowski (Poland / Etixx - Quick-Step) m.t.
6.º Andrew Talansky (U.S. / Cannondale) a 37s
7.º Geraint Thomas (Britain / Team Sky) a 39s
8.º Jon Izagirre (Spain / Movistar) a 50s
9.º Tim Wellens (Belgium / Lotto) a 54s
10.º Gorka Izagirre (Spain / Movistar) a 55s
28.º Sérgio Paulinho (Portugal/Tinkoff) a 1:33m
39.º Nelson Oliveira (Portugal/Lampre) a 01:56m

Classificação geral final
1.º Richie Porte (Australia / Team Sky) 29:10:41 horas
2.º Michal Kwiatkowski (Poland / Etixx - Quick-Step) a 30s
3.º Simon Spilak (Slovenia / Katusha) m.t.
4.º Rui Costa (Portugal / Lampre) m.t.
5.º Geraint Thomas (Britain / Team Sky) a 41s
6.º Tony Gallopin (France / Lotto) a 1:03m
7.º Jakob Fuglsang (Denmark / Astana) a 1:05m
8.º Rafael Valls (Spain / Lampre) a 1:24m
9.º Gorka Izagirre (Spain / Movistar) a 1:38m
10.º Tim Wellens (Belgium / Lotto) a 2:18m
55.º Nelson Oliveira (Portugal/Lampre) a 32:00m
76.º Sérgio Paulinho (Portugal/Tinkoff) a 46:56m


Fonte: Record

sábado, 14 de março de 2015

Rui Costa sobe ao 6º posto no Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Rui Costa (Lampre-Merida) subiu ao 6º posto no Paris-Nice, depois de terminar a sexta tirada no 3º posto, a 32 segundos do vencedor, Tony Gallopin (Lotto-Soudal).

Destaque para Richie Porte (Sky), um dos animadores da etapa, com um ataque que colocou em dificuldades o anterior líder da prova, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep). Aproveitando a fragilidade do corredor polaco Gallopin isolou-se na frente da etapa não mais sendo alcançado pelo grupo perseguidor composto por, Rui Costa, Rafa Valls Ferri (Lampre-Merida), Jakob Fuglsang (Astana), Richie Porte, Geraint Thomas (Sky) e Simon Spilak (Katusha).

Na descida para Nice, Porte e Thomas caíram, perdendo assim em definitivo o contacto com o grupo.

A etapa ficou ainda marcada pelo abandono da dupla lusa Tiago Machado (Katusha) e Mário Costa (Lampre-Merida).

Este domingo disputa-se um contrarrelógio, com ligação entre Nice e Col d´Èze, com 9,5 quilómetros de extensão.

Classificação da 6.ª etapa Vence - Nice, 184,5 km
1.º Tony Gallopin (França/Lotto) 4:52:57"
2.º Simon Spilak (Eslovénia/Katusha)  a 32"
3.º Rui Costa (Portugal/Lampre) a 32''
4.º Jakob Fuglsang (Dinamarca/Astana) a 32''
5.º Rafael Valls (Espanha/Lampre) a 35"
6. Michael Valgren (Dinamarca/Tinkoff - Saxo) a 1'00"
7. Tim Wellens (Bélgica/Lotto) a 1'00''
8. Sylvain Chavanel (França/IAM Cycling) a 1'00''
9. Arthur Vichot (França/FDJ) a 1'00''
10. Nicolas Edet (França/Cofidis) a 1'00''
36.º Sérgio Paulinho (Portugal/Tinkoff) a 13'01''
51.º Nelson Oliveira (Portugal/Lampre) a 18'53''

Classificação geral
1.º Tony Gallopin (França/Lotto) 28:49'42"
2.º Richie Porte (Austrália/Team Sky)  a 36"
3.º Michal Kwiatkowski (Polónia/Etixx - Quick-Step)  a 37"
4.º Geraint Thomas (Grã-Bretanha/Team Sky)  a 38
5.º Jakob Fuglsang (Dinamarca/Astana) a 38''
6.º Rui Costa (Portugal/Lampre) a 42"
7.º Simon Spilak (Eslovénia/Katusha)  a 53"
8.º Rafael Valls (Espanha/Lampre) a 1'01"
9.º Gorka Izagirre (Espanha/Movistar) a 1'19"
10.º Tim Wellens (Bélgica/Lotto) a 2'00"
56.º Nelson Oliveira (Portugal/Lampre) a 30'40''
79.º Sérgio Paulinho (Portugal/Tinkoff) a 45'59''


Fonte: Record

sexta-feira, 13 de março de 2015

Greg Van Avermaet novo líder do Tirreno-Adriático.


Escrito por: Marco Faria

O corredor belga Greg Van Avermaet (BMC) é o novo líder do Tirreno-Adriático, ao se import ao sprint na terceira tirada, com José Mendes (Bora-Argon 18) a chegar integrado no pelotão.

Van Avermaet deixou para segundo Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), e para terceiro Zdenek Stybar (Etixx-QuickStep).

Van Avermaet assumiu assim a liderança, com Peter Sagan no segundo posto, a 2 segundos, e Adriano Malori (Movistar), anterior líder a cair para 3º, a 8.

Quanto ao português em prova, José Mendes foi 54º na etapa e subiu 39 lugares na geral, sendo agora 43º, a 31 segundos de Avermaet.

Este sábado, disputa-se a quarta tirada, com 218 quilómetros com ligação entre Indicatore e Castelraimondo.


Fonte: Abola

Davide Cimolai vence 5ª tirada do Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

O corredor italiano Davide Cimolai (Lampre-Merida) venceu a 5ª tirada do Paris-Nice, com ligação entre Saint Étienne e Rasteau, a com 192,5 quilómetros de extensão.

Cimolai deixou para segundo o corredor francês Bryan Coquard (Europcar) e para terceiro o australiano Michael Matthews (Orica-GreenEdge).

Na geral, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep) mantêm liderança, com 1 segundo de vantagem para Richie Porte (Sky), e 3 segundos para Geraint Thomas (Sky).

Quanto aos portugueses em prova, Rui Costa (Lampre-Merida), é 7º, a 41 segundos, Tiago Machado é 9º, a 50 segundos. Nélson Oliveira (Lampre-Merida), é 64º, a 12m12s, Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), é 148º, a 33m23s, e Mário Costa (Lampre-Merida) é 151º, a 35m33s.


Fonte: Abola

quinta-feira, 12 de março de 2015

Jens Debusschere vence 1ª tirada do Tirreno-Adriático.


Escrito por: Marco Faria

O campeão belga Jens Debusschere (Lotto-Soudal) conseguiu escapar de uma queda para bater ao sprint Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), na segunda tirada do Tirreno-Adriático, com Adriano Malori (Movistar) a manter a liderança.

Debusschere escapou a uma queda provocada por um toque de roda entre Elia Viviani (Sky), e Mark Cavendish (Etixx-QuickStep).

Com este resultado Peter Sagan não conseguiu destronar Adriano Malori da liderança, estando a penas centésimos do corredor da Movistar.

José Mendes (Bora-Argon 18) terminou a tirada no pelotão, ocupando assim o 82º posto da geral, a 23 segundos de Malori.

Esta sexta-feira, disputa-se mais uma tirada, com ligação entre Cascina e Arezzo, com 203 quilómetros de extensão.


Fonte: Record

Rui Costa sobe ao 7º posto no Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

O corredor português Rui Costa (Lampre-Merida) terminou a tirada de hoje do Paris-Nice, no sexto posto, após 204 quilómetros de extensão, a fazer ligação entre Varennes sur Allier e o alto de Croix de Chauboure.

Richie Porte (Sky) foi o vencedor, deixando para segundo Geraint Thomas, seu colega de equipa. Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep) terminou no terceiro posto, a 8 segundos.

Rui Costa (Lampre-Merida) terminou em sexto, a 24 segundos, enquanto que Tiago Machado (Katusha), terminou em 13º, a 34 segundos.

Na geral Kwiatkowski assumiu a liderança, com 1 segundo de vantagem para Richie Porte.

Quanto aos portugueses em prova, Rui Costa é agora 7º, a 41 segundos de Kwiatkowski, enquanto que Tiago Machado é 9º, a 50. Nélson Oliveira (Lampre-Merida) é 64º, a 12m12s, Mário Costa (Lampre-Merida), é 153º, a 30m54s e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), 154º, a 33m23s.


Fonte: Abola

quarta-feira, 11 de março de 2015

Adriano Malori primeiro líder do Tirreno-Adriático.


Escrito por: Marco Faria

O corredor italiano Adriano Malori (Movistar) venceu o prólogo do Tirreno-Adriático, depois de completar os 5,4 quilómetros de prova ao largo de Lido di Camaiore, com 6.04 minutos. Malori necessitou de menos um segundo do que Fabian Cancellara (Trek), segundo, e dois que Greg Van Avermaet (BMC), terceiro.

Entre os principais favoritos à vitória final, Vincenzo Nibali (Astana) foi o melhor classificado, no 21º posto, a 11 segundos. Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) terminou no 67º posto, a 19 segundos enquanto que Nairo Quintana (Movistar) ficou no 81º posto, a 21 segundos.

Quanto a José Mendes (Bora-Argon 18) terminou no 92º posto, a 23 segundos de Malori.

Esta quinta-feira o pelotão terá mais uma tirada, com 153 quilómetros de extensão, com ligação entre Camaiore e Cascina.


Fonte: Record

Michael Matthews vence 3ª tirada do Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

O corredor australiano Michael Matthews (Orica-GreenEdge), venceu hoje a terceira tirada do Paris-Nice, com ligação entre Saint Amand Montrond e Saint Pourçain sur Sioule, com 179 quilómetros de extensão. Na geral, a liderança pertence a Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep).

Quanto aos corredores lusos, Rui Costa e Nelson Oliveira, ambos da Lampre-Merida e Tiago Mchado, Katusha, passaram a linha de meta integrados no pelotão, no 35º, 46º e 76º posto, com Mário Costa (Lampre-Merida) no 150º posto, a 3.10 minutos e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), no 156º, a 9.30 minutos.

Na geral, Tiago Machado e Rui costa subiram duas posições, para o 22º, a 21 segundos e 27º, a 22 segundos, enquanto que Nelson Oliveira é 42º, a 29 segundos. Mário Costa é 155º, a 7.34 minutos e Sérgio Paulinho 156º, a 10.03.

Fonte: Record

terça-feira, 10 de março de 2015

Andre Greipel vence 2ª tirada do Paris-Nice.


Escrito por: admin

O corredor alemão Andre Greipel (Lotto-Soudal) venceu ao sprint, a segunda tirada do Paris-Nice, com 172 quilómetros de extensão, a fazer ligação entre ZooParc de Beauval e Saint Amand Montrod.

Greipel deixou para segundo, Arnaud Demare (FDJ), e para terceiro John Degenkolb (Gaint-Alpecin), mais atrás mas com o mesmo tempo chegaram os portugueses Rui Costa e Nelson Oliveira (Lampre-Merida), Tiago Machado (Katusha) e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo).

Na geral, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep) mantém a liderança, com Rohan Dennis (BMC) em segundo com o mesmo tempo, e John Degenkolb em terceiro, a 2 segundos.


Quanto aos portugueses na geral, Tiago Machado é 24º, a 20 segundos de Kwiatkowski, Rui Costa é 29º, a 21 segundos, Nelson Oliveira, 49º, a 28 segundos, Sérgio Paulinho, 66º, a 32 segundos e Mário Costa (Lampre-Merida), 156º, a 4m23s

segunda-feira, 9 de março de 2015

Alexander Kristoff vence 1ª tirada do Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

O corredor norueguês Alexander Kristoff (Katusha) venceu a primeira tirada do Paris-Nice, após 192 quilómetros de ligação entre Saint Rémy lès Chevreuse e Contres.

Kristoff deixou para segundo Nacer Bouhanni (Cofidis) e para terceiro Bryan Coquard (Europcar).

Quanto aos portugueses me prova, chegaram todos com o mesmo tempo do vencedor, Nélson Oliveira (Lampre-Merida), 55º, Rui Costa (Lampre-Merida), 74º, Tiago Machado (Katusha), 79º, Mário Costa (Lampre-Merida), 116º e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), no 117º.

Na geral, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), mantém a liderança, com Tiago Machado no 25º posto, sendo assim o melhor português na geral.


Fonte: Abola

domingo, 8 de março de 2015

Tiago Machado 24º no prólogo do Paris-Nice.


Escrito por: Marco Faria

Tiago Machado foi o melhor representante luso no prólogo do Paris-Nice, com 6,7 quilómetros em Maurepas, terminando no 24º posto, a 20 segundos do vencedor, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep).

No segundo posto terminou Rohan Dennis (BMC), com o mesmo tempo de Kwiatkowski, e em  terceiro terminou Tony Martin (Etixx-QuickStep), a 7 segundos.

Quanto aos restantes portugueses, Rui Costa (Lampre-Merida) terminou no 29º posto, a 21 segundos, enquanto que o seu companheiro de equipa Nélson Oliveira foi 52º a 28 segundos. Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo), foi 75º, a 32 segundos enquanto que Mário Costa (Lampre-Merida), foi 131º, a 45 segundos.


Fonte: Abola